|

Assimilação Onírica

O que é o sonho? Nosso primeiro livro, A Ontologia Onírica, trata disso

O que é o sonho? Os transaberes tem toda uma articulação conceitual e prática diferente dos saberes atuais em relação ao onírico. Nosso primeiro livro, A Ontologia Onírica, trata disso.

ontologia capa

Se na psicologia o sonho representa alguma outra coisa, retirando sua autonomia, na neurociência o sonho é um mero protetor do sono. Para os transaberes, o sonho vai ser conceituado a partir de antigas tradições como o xamanismo e a magia, pela filosofia de Henri Bergson e María Zambrano, a esquizonanálise de Deleuze & Guattari, o modelo de consciência quântica de Penrose & Hameroff, entre outros.

Dessa conceituação, emerge a proposta prática de assimilação onírica, em detrimento da interpretação das psicologias. Nela, o sonho é apreendido enquanto realidade e possibilidade de cultivo na vigília.

Em nosso livro seguinte, Vórtex, as questões trazidas pelo Ontologia Onírica são apreendidas sob um viés vibracional. Nesse sentido, apreendemos que as vibrações mais sutis criam disciplinas a partir de como um atrator entra em contato com ela: se for em um contexto criativo, como um escritor escrevendo um romance, as vibrações mais sutis são entendidos como “ideia”, gerando as disciplinas literatura e crítica literária. Se, durante a vigília, um sensitivo transduz as vibrações enquanto algum conhecido já falecido ou entidade, isso é entendido como “mediunidade”, gerando diferentes tipos de religiosidades e espiritualidades e se o contato com as vibrações sutis são durante o sono, elas são entendidas como “sonho”, gerando a psicologia e a neurociência.

Os transaberes apreedem as vibrações sutis enquanto tais, se atendo ao que é, evitando de acrescentar às vibrações os diversos sistemas de crença disciplinares, ganhando assim, precisão.

A assimilação onírica é realizada em alguns cursos transaberes, como a inFormação transaberes, A vida dos sonhos e a Imersão transaberes. A prática individual (Symbios transaberes) feita pelo criador e atrator dos transaberes Nelson Job, que pode incluir a assimilação onírica, é exclusiva para quem pertence à egrégora transaberes, ou seja, para pessoas que fizeram ao menos dois cursos transaberes ou um grupo de estudos ou a inFormação.

Assista aqui uma live com Nelson sobre a questão dos sonhos à luz dos transaberes e a assimilação onírica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.